....início :: histórico :: quem faz :: eventos :: novos rumos :: notícias :: links :: contribua :: contatos

6° Dança e Movimento - "Água, que pela vida aflora..."

fotos dos ensaios: Beto Piedade

 

Do esforço criativo,
brota a semente de uma nova era.
As crianças colherão suas flores e frutos.
Com elas, e por elas, protegemos a nossa casa,
o mundo.

 

Em busca de outro caminho, dançaremos.

 

 

Em busca de outro caminho, realizaremos rituais e cânticos.

 

Em busca de outro caminho, ficaremos pendurados no ar.

 

 

Em busca de outro caminho,
celebraremos a harmonia primordial.

 

Em busca de outro caminho, tocaremos a música sutil
que brota das matas e viaja do regaço das nascentes
até a imensidão do mar.

 

 

Em busca de outro caminho, apresentaremos uma história
que clama por um outro fim.

 

Água, que pela vida aflora... é uma história sem fim, suspensa no próprio tempo-espaço humanos. Para onde iremos, de que forma poderemos reparar erros e chegar a um bom termo entre o desenvolvimento e a preservação?


Estas questões são abordadas por vezes de forma leve e sutil, por vezes de forma dramática e comovente, retratando situações que perpassam o universo mítico e o real.


Que compromisso poderemos assumir como protagonistas deste enredo que nos ameaça e responsabiliza integralmente?


Neste espetáculo, todos são levados a refletir sobre a delicada e premente questão ambiental - diferentes ações, prováveis efeitos e suas causas, e o difícil drama sócio, cultural e econômico que agrava a contaminação dos recursos hídricos e provoca sérias catástrofes no mundo em que vivemos.


Aprender com o próprio sofrimento, com as conseqüências do comportamento insensato, aprender com o exemplo, se perdoar e mudar, ser perdoado apesar da dor causada, voltar atrás e refazer, consertar, aprender desde cedo, aprender a olhar, se permitir sentir... são apenas alguns dos vários caminhos possíveis que levam à instauração de uma nova postura ambiental.


Esta revolução se dá dentro do próprio homem.
Procuramos, neste espetáculo, sensibilizá-lo de múltiplas formas e, acima de tudo, iluminar o caminho.

 

Textos de Inês Bianchi