..início :: histórico :: quem faz :: eventos :: novos rumos :: notícias :: links :: contribua :: contatos

Binde Bê Uma Homenagem ao Povo Caiçara - 2003


Criação: Estação Arte

No dia 10 de maio, às 20 horas, o Pés no Chão apresentou um grande evento homenageando a Cultura Caiçara.


Binde bê... nossa história chega, em 2003, à sua segunda edição.


Em linguagem caiçara, "Binde Bê" significa "vinde ver".


Foi montada uma exposição de fotos antigas dos acervos de Stella França, Dona Dedé e Adriano Leite, mostrando famílias tradicionais de caiçaras, momentos históricos da cidade, a Congada, Mestre Canoeiro Antônio Rafael construindo sua canoa, a Ilhabela de muitos anos atrás, etc.


Abrindo as apresentações, o Espaço Cultural Pés no Chão recebeu o Coral da EE Dr. Gabriel Ribeiro dos Santos, que sob a direção da Maestrina Maria Delzani apresentou quatro números musicais com seus alunos.

 


Grupo Raízes de Ilhabela, gravando fita para ensaio da dança.

Foi apresentada uma lenda caiçara: "O Pássaro com Bico de Tesoura", a história de um menino revoltado que chamava "nome seco".

No linguajar caiçara, chamar nome seco significa praguejar. Quem chama muito, diz a lenda, atrai a desgraça. De tanto o menino chamar, veio o pássaro com bico de tesoura e cheiro de enxofre, e o levou para o meio do mato, jogando-o num buraco com espinhos.

O garoto passou a pertencer ao pássaro e a viver em constante sofrimento numa toca profunda. Segundo a lenda, apenas a Toalha de Batismo do menino teria o poder de salvá-lo de sua desgraça.

A peça foi encenada pelo Grupo de Teatro do Pés no Chão, com direção de Adriano Leite.

Adriano Leite, Daniel do Ilhote,
Aline Gabriela, e Monique de Pataco apresentaram divertidos esquetes, focando a cultura e o jeito de ser do caiçara.


Dona Neide Palumbo divertiu o público com seus "causos".


Walter Santana e Delcides Cardeal emocionaram a todos com suas poesias.


Na parte musical, tivemos, também,
a apresentação de Cassianinho, Narciso, Maneco Félix e Eliseu.

 


Grupo de Teatro do Pés no Chão


Grupo Raízes de Ilhabela

O competentíssimo grupo Raízes de Ilhabela apresentou 4 números musicais e acompanhou o Pés no Chão na Dança do Pau de Fita.


Esta dança faz parte da tradição milenar da arqueocivilização européia e foi trazida para o Brasil no século XVI pelos portugueses e espanhóis.

Trata-se de uma dança pagã que
se realizava nos casamentos, aniversários e festas de São João.

Num mastro pintado de branco, são amarradas 12 fitas coloridas, que vão sendo trançadas pelos casais de dançadores e comandados por um marcador que orienta, com um apito, os balanceios e versos de defrontação.

 

 


Dança do Pau de Fita, com os alunos do Pés no Chão.

O Grupo Raízes se apresentou com dois violões, uma viola afinada em cebolão, e um surdo.

No final do Pau de Fita, o grupo apresentou a canção Calix Bento e fechou a noite com chave de ouro, tocando uma breve quadrilha que foi dançada pelos alunos do Pés no Chão e público presente.

 

 

 

 

O Pés no Chão agradece a
Adriano Leite por mais este
magnífico trabalho de coordenação.


Sua dedicação e seu amor à cultura caiçara puderam ser vistos e sentidos em cada instante do evento.


Os esquetes apresentados ficarão por muito tempo na lembrança de todos que se deliciaram com seu humor e criatividade.

Apoiaram este evento:

DPNY Marketing
Bartatas
Estação Arte
Familia Schürmann
Locassom
North Sails
Peixe do Dia
Hotel Itapemar
Yate Clube de Ilhabela

Participaram da Dança do Pau de Fita:

Gabriela Bernardo
Cristina Guedes
Anna Gabrielle Ribeiro
Natalia Consani
Natalie Aguilar
Bruno Neto
Flavia Celeste
Sibila dos Santos
Pedro dos Santos
Hugo Ribeiro
Renato Ribeiro
Paulo Rodrigues
Andson Teixeira

Participaram do Teatro:

Andson Teixeira
Anna Gabrielle Ribeiro
Diana Teixeira
Isabella Brunton
Mical Brito Andrade
Natalia Consani
Paulo Rodrigues
Pedro dos Santos
Sara Marins
Vanessa Vasconcelos